O Projeto Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em Pecuária de Corte do Estado de Santa Catarina, é uma ação do SENAR Nacional, no qual a SIA atua como Consultoria Master, provendo treinamentos e suporte técnico-gerencial continuado ​aos técnicos de campo SENAR​/FAESC.

O ATeG é capitaneado nas propriedades pelos técnicos do SENAR​, ​os quais realizam as visitas técnicas mensais nas propriedades participantes. A primeira intervenção consiste em um diagnóstico dos dados produtivos da propriedade, bem como uma avaliação da aptidão da área onde a propriedade se encontra, e da vontade e aptidão dos proprietários.  Baseado nessas informações, o técnico de campo sugere algumas intervenções de curto, médio e longo prazo, formando um Plano de Metas e Ações.

A FAESC com o intuito de acelerar o melhoramento genético dos rebanhos está subsidiando o Programa de IATF para as propriedades do projeto. Estão sendo ofertados 100 protocolos para cada produtor, além da mão-de-obra técnica para o procedimento, ficando a cargo do produtor somente a compra do sêmen.

Os grupos de produtores foram sensibilizados pelos Sindicatos dos Produtores Rurais de suas localidades, totalizando 26 grupos, os quais se constituem de 25 a 30 integrantes. Os sindicatos apoiam na comunicação e logística entre os técnicos e instituições participantes.

O sucesso do projeto, que iniciou com 13 grupos, fez com que Sindicatos mobilizassem seus associados para aderir ao ATeG. A exemplo dos 3 últimos grupos, de Tubarão, Jaguaruna e Imaruí, que iniciaram, o primeiro em setembro e os outros 2 em novembro, todos os 3 grupos na região litorânea.

A atuação da SIA consiste na identificação junto com o técnico regional SENAR/FAESC da propriedade referência. Essa, denominada unidade conceito, durante todo o projeto será acompanhada pelo supervisor SIA e o técnico regional uma vez por mês, durante um turno. Durante esta visita é realizado o monitoramento das intervenções sugeridas conforme a última visita e os alinhamentos técnicos para o próximo mês, sempre de acordo com o objetivo de intensificação de cada produtor.

No outro turno de trabalho é realizado o feed back sobre o desempenho das outras propriedades do grupo, são debatidos os manejos, sistemas e técnicas que podem ser empregadas em cada uma. Além do monitoramento dos dados coletados em todas as unidades.

Jaguaruna

Jaguaruna

 

Tubarão

Imarui

Imarui

Imarui

Imarui