Elcio Dariz e Família

Elcio Dariz e Família
Consultor Técnico: Jean Mezzalira

A propriedade do Elcio Dariz e Família está localizada no município de Rio Bonito do Iguaçu – Pr. A área total da empresa é de 46 hectares, onde a principal atividade exercida é a bovinocultura de leite. Também há produção de culturas de verão como soja e milho, parte deste milho é armazenado e utilizado para alimentação animal na forma de grão seco e silagem. O rebanho é composto por animais da raça holandesa, com alto potencial produtivo.

A propriedade aderiu ao programa PisaCoop em março de 2016. O diagnóstico inicial aplicado no sistema de produção revelou vários pontos positivos e ajustes pontuais a serem executados.

Primeiramente iniciou-se um planejamento de uso das áreas buscando ajustar a relação planta:animal e verticalizar a produção de forma sustentável, visando a conservação de solos e água, além da rotação de culturas. Orientou-se a utilização de estratégias no sistema de produção com a finalidade de eliminar os clássicos vazios forrageiros de outono e primavera.

Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da família, e proporcionar melhores horários de pastejo aos animais, foram propostas mudanças nos horários de ordenha. Sugeriu-se a adesão dos horários 07:00 – 16:30, assim é possível que os animais realizem pastejo antes da ordenha da manhã e após a ordenha da tarde, favorecendo o consumo de pasto nas horas mais frescas do dia.

O produtor aderiu em sua propriedade o método de pastoreio Rotatínuo, buscando uma maior eficiência no uso das áreas pastoris. Aliado a isso, iniciou-se um ajuste nutricional do rebanho com base na análise de leite individual por vaca. Os resultados obtidos nas análises auxiliaram para realizar uma correção na dieta ofertada aos animais, visando o uso eficiente dos alimentos. Observou-se desbalanço na relação energia – fibra da dieta, especialmente falta de fibra fisicamente efetiva, resultando em problemas metabólicos no rebanho, como acidose e laminite. Inicialmente 46% das vacas em lactação estavam acometidas com acidose, após os ajustes nutricionais o número de vacas com tal distúrbio metabólico caiu para 12%. Foram observadas melhorias na qualidade do leite, o teor de proteína que era de 3,0% subiu para 3,2% e o teor de gordura passou de 2,90% para 3,8%. Além disso, a produção de leite individual por vaca aumentou em 20%. Após todo o ajuste nutricional, também se notou melhorias nos índices reprodutivos e sanitários, promovendo aumento no bem-estar do animal.

O planejamento de uso das áreas, a adoção do pastoreio rotatínuo e o ajuste nutricional individual possibilitou redução nos custos operacionais de produção na ordem de 35%, aumentando a margem bruta mensal da propriedade e proporcionou maior qualidade de vida aos produtores, diminuindo a jornada diária de trabalho.

Cases relacionados

Agropecuária Boeing – MT

Agropecuária Boeing  Município: Vera/MT Proprietário/administrador: Bruno Boeing Filho. Consultora Técnica: Ana Paula Zazycki   Descrição […]

Estância Santa Martha – Sant’Ana Do Livramento-RS

Estância Santa Martha – Sant’Ana Do Livramento-RS. Produtores: Matheus Mendina, Graciana Mendina e Luis Mario Mendina.

Quer saber como a SIA pode ajudar você?

Conheça nossas soluções e entre em contato para falar com um de nossos especialistas
CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES

Copyright 2017 – Serviço de Inteligência em Agronegócio – Todos os direitos reservados. Desenvolvido por BigHouseWeb