O Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Paraná, tem condições muito privilegiadas em pastagens de inverno, comparado ao restante do país. Temos condição de ter um pasto durante um período relativamente longo de 120 dias, pastagens que são direcionadas apenas para pecuária de 150-180 dias e um pasto de extrema qualidade.

Como produtores, técnicos e gestores temos a obrigação de utilizarmos muito bem esse recurso. E o primeiro ponto para otimizarmos o máximo de uma pastagem de inverno, é implantarmos uma boa pastagem e manejarmos bem essa pastagem.

A base inicial, o alicerce do negócio de sucesso durante o inverno são uma pastagem bem implementada e bem manejada para que aí podemos na sequência definir pontos secundários. Pontos que também são cruciais, mas que dependem dos primeiros passos.

Por onde começar

Primeira coisa: ter um bom manejo das pastagens.

E para ter um bom manejo é preciso observar dois pontos: o que eu tenho de pasto disponível e quanto que é a minha demanda, o que eu tenho de gado para consumir esse vazio forrageiro.

Se o que eu tenho de animais e o que eu tenho de pastagem não casam, por exemplo, se eu tenho muito mais animais do que a pastagem disponível, que é a maioria das condições, então é preciso potencializar o crescimento das pastagens. Colocar adubação maior, fazer produzir mais ou estender o período de pastejo para conseguir ir fechando janelas e cobrir a demanda forrageira.

Se fazendo isso ainda assim não conseguir cobrir a demanda, então é trabalhada outras estratégias como suplementação para suprir ou limitação do tempo de acesso a pastagem para trabalhar bem.

Nesse segundo ponto, olhando para as categorias animais, defina quais realmente precisam acessar essas pastagens de inverno. Dependendo da condição, tem categorias que não precisam e quem tem muita exigência tem preferência ao acesso dessas pastagens. Categorias mais jovens como terneiros ou bezerros desmamados, novilhas de reposição, primíparas que estão para parir ou terneiro ao pé, são categorias que tem prioridades para as pastagens. Se não tenho nenhuma dessas categorias, olho para as categorias de maior exigência e oferto para elas.

Esse é um trecho da live da SIA sobre “Como ter o máximo desempenho nas pastagens de inverno”, no Canal do Youtube da SIA. Quer saber mais?

Assista aqui: https://www.youtube.com/watch?v=OIk1yUe2qMc