Nos dias 12 e 13 de agosto, a equipe técnica do Projeto de Bovinocultura de Corte Catarinense reuniu-se em Lages para atualização de conhecimentos em reprodução de gado de corte. O treinamento foi realizado em duas etapas, no primeiro dia foram abordados os temas referentes ao bom andamento do processo, tanto em relação a prazos de ações práticas como burocráticas.

Durante o segundo dia assuntos técnicos foram tratados, a Globalgen ficou responsável pela programação. Pela manhã o Prof. Roberto Sartori da ESALQ-SP tratou da fisiologia reprodutiva das fêmeas bovinas e como os protocolos para sincronização de cio podem e devem ser utilizados. Ele apresentou vários resultados de seus trabalhos de pesquisa, transferindo seu conhecimento de forma eficiente e simples. No período da tarde o Médico Veterinário Fabricio Velho, Supervisor Globalgen tratou da parte prática, apresentando todos os pré-requisitos que são necessários no campo para que estes procedimentos sejam eficientes, desde alimentação e sanidade até o manejo de lotes que viabilizem o investimento do IATF. Bem como a quantidade ideal de touros para repasse e o manejo destes, tanto por condição corporal, idade e sanidade. Com esse treinamento, os técnicos foram subsidiados de informações para realizar tanto a triagem quanto o IATF em si com maior eficiência nesta temporada 2018/2019.

O presidente da FAESC, José Zeferino Pedrozo, esteve prestigiando o evento e parabenizou o resultado alcançado, mencionando todo o sucesso do projeto, o qual deverá ser mantido pela FAESC. Espera-se superar os resultados do primeiro ano de Projeto de IATF de 18.000 protocolos aplicados, com 59% de prenhez. Para esse ano estão previstos 32.000 protocolos.